hotel-room-tarifas-dinamicas

Aplicar tarifas dinâmicas pode ter um impacto significativo no aumento das reservas.

Se por um lado alguns hoteleiros associam esta técnica a uma possibilidade vantajosa, outros não acreditam que a variação do preço seja a forma mais sustentável de aumentar a ocupação no longo prazo.

 

O que são tarifas dinâmicas

Como o próprio nome indica, as tarifas dinâmicas correspondem a uma flutuação do preço da diária do quarto de hotel. 

A grande diferença nas tarifas dinâmicas é que o preço é ajustado em função da taxa de ocupação do dia e não da altura do ano ou dia da semana. Esta última opção é uma estratégia de gestão de preços, mas não corresponde à tarifa dinâmica uma vez que não tem por base a taxa de ocupação e sim um fator temporal.

 

Vantagens das tarifas dinâmicas para hotéis

Ter como base do preço do quarto de hotel a própria taxa de ocupação do seu hotel, permite-lhe reagir de forma mais rápida e ágil no mercado online e mobile que é tão competitivo atualmente. 

Ao não estar dependente de uma análise manual da concorrência ou de fechos de vendas nos canais online, os preços podem ser ajustados automaticamente: se a taxa de ocupação estiver alta, os preços podem aumentar. Se a taxa de ocupação estiver baixa, os preços podem diminuir. O valor mínimo ou máximo é definido por si, de forma garantir que são cobertos os custos por quarto mas que há também uma otimização das margens de lucro por tipologia de quarto.

 

Desvantagens das tarifas dinâmicas para hotéis

Ao contrário da estratégia de estruturação de preços - que tem por base as diferentes épocas do ano ou dias da semana, para calcular as tarifas dinâmicas do quarto de hotel de forma eficiente são necessárias mais algumas contas. 

O revenue manager, gestor de receitas ou mesmo o próprio diretor de hotel, precisam de estar bem cientes dos custos de cada tipologia de quarto para que o intervalo de tarifas dinâmicas apresentado considere um ponto de equilíbrio entre os custos e margem de lucro pretendida. Desta forma, será possível criar algumas regras de intervalos com base nas taxas de ocupação e respetivas tarifas dinâmicas para que possa aumentar o número de quartos vendidos.

 

Utilizar uma ferramenta de revenue management para gerir tarifas dinâmicas 

Ao utilizar uma ferramenta de revenue management, gerir as tarifas dinâmicas torna-se mais fácil. 

Se com um software de Yield Management pode aumentar o seu RevPAR em média 5%, com a ferramenta de revenue management do RoomRaccoon, pode ir até mais de 10%. Isto é possível uma vez que o RaccoonRev, além de lhe dar um panorama dos meses passados e do momento atual, inclui ainda uma visão geral dos próximos 60 dias. 

Outra particularidade, é que pode selecionar três unidades hoteleiras concorrentes para analisar de forma continuada. Além de visualizar as diárias praticadas, consegue ainda verificar se os quartos já estão totalmente reservados para determinados dias, o que pode ter alguma influência na sua estratégia de preços.

 

Tarifas dinâmicas para hotéis: sim ou não?

As tarifas dinâmicas são uma ótima técnica de revenue management para conseguir ajustar os preços dos quartos do seu hotel de acordo com a procura. No caso de utilizar um sistema de gestão de hotel com ferramentas de revenue management, como o RoomRaccoon, pode facilmente definir as alterações de preço. 

Para adoptar uma estratégia de preços mais adequada, tenha sempre em conta a dimensão do seu hotel e as taxas de ocupação de períodos homólogos àqueles que está a observar no momento. Com o RaccoonRev, pode analisar as tarifas aplicadas pela concorrência o que permite compreender se estas são ou não dinâmicas e quão competitivo é o preço por quarto da sua unidade hoteleira.

Caso a sua preocupação principal seja o posicionamento do seu hotel através do preço, lembre-se que pode optar pela estrutura de preços tendo em conta apenas os dias de semana, ou conforme a tipologia de quarto. 

Se por um lado ter um preço fixo o ano todo pode ser visto como posicionamento, o facto de ter um preço dinâmico demonstra que a gestão da ocupação é feita de forma eficiente, causando no hóspede uma perceção de que se o hotel tem apenas um quarto disponível, o preço irá refletir essa oportunidade. No caso de estar perante a época baixa, um preço mais baixo não significa que para o hóspede haja uma diminuição da percepção de valor ou de qualidade, mas sim de um fator promocional. 

Para ambos os casos, opte sempre por uma comunicação clara e explícita destes mesmos preços e das condições aplicáveis, seja no website, plataformas de reserva ou outros canais de reserva online e comece a beneficiar das vantagens que as tarifas dinâmicas podem ter nas receitas do seu alojamento.